Capital fictício e lucros fictícios



Por Reinaldo A. Carcanholo e Mauricio de S. Sabadini

Texto publicado originalmente pelo Observatorio de la Crisis


Este artigo procura avançar na discussão sobre o capital fictício, uma importante categoria da obra de Marx e de extrema relevância para se compreender a atual configuração do capitalismo contemporâneo ao ladoda noção de lucros fictícios. Expressando a mais pura natureza dialética, os lucros fictícios são reais e fictícios ao mesmo tempo, desde que compreendidos o pela perspectiva individual e o da totalidade, respectivamente. Um lucro que, como parte da natureza contraditória do capital, apresenta-se como uma substância autônoma, fruto da especulação financeira o do gasto público deficitário, independente da produção real da mais-valia. E é justamente nessa natureza real/imaginária que sua discussão ganha total pertinência na atual fase do capitalismo contemporâneo.


Texto completo em: http://pt.calameo.com/read/0001407496d6f221bb9b0


0 visualização

© 2020 - Observatório Da Crise / Fundação Lauro Campos e Marielle Franco

Alameda Barão de Limeira, 1400, Campos Elíseos, São Paulo (SP)