Atrás de nós

Moishe Postone e o ensino de teoria social

Por Benjamin Y. Fong*, Jeremy Cohan** e Moishe Postone***


Moishe Postone, que foi Professor Emérito Thomas E. Donnelley de História Moderna e do Centro de Estudos Judaicos da University of Chicago, faleceu em março de 2018, após uma longa batalha contra o câncer. Editor fundador da revista Critical historical studies, tornou-se mais conhecido por sua importante e nova interpretação de Marx em Tempo, trabalho e dominação social. Sua morte é uma grande perda; sentiremos profundamente a ausência de seu espírito e de sua pessoa. Na primavera de 2015, encontramo-nos com o professor Postone para conversar sobre tudo, menos sobre Marx. Nossa conversa se concentrou em autores lidos no Ciclo Básico de Ciências Sociais (CBCS) que ministrou de 1990 a 2016, intitulado “Indivíduo, Cultura e Sociedade”. O professor Postone constituiu a maior influência formativa no currículo “Indivíduo, Cultura e Sociedade” durante seu período como titular, e advogou intensamente pelos conhecimentos das Humanidades.


Todos os graduandos da University of Chicago devem cursar um ano de CBCS. “Indivíduo, Cultura e Sociedade” (apelidado “Indivíduo”) é um dos três ciclos mais populares de CBCS da universidade; os outros – “Clássicos do Pensamento Social e Político” (“Clássicos”) e “Poder, Identidade e Resistência” (“Poder”) serão mencionados abaixo. A bibliografia para “Indivíduo, Cultura e Sociedade”, por volta de 2015, era a seguinte:


O quadrimestre de outono (Sociedade)


A riqueza das nações (Adam Smith)

O capital e outros textos (Karl Marx)

A ética protestante e o espírito do capitalismo (Max Weber)


O quadrimestre de inverno (Cultura)


As formas elementares da vida religiosa (Émile Durkheim)

O Pensamento selvagem (Claude Lévi-Strauss)

Metáforas históricas e realidades míticas (Marshall Sahlins)

Vigiar e punir (Michel Foucault)

A obra de arte na era da reprodutibilidade técnica” (Walter Benjamin)

O fetichismo na música e a regressão da audição” (Theodor Adorno)


O quadrimestre da primavera (Indivíduo)


Conferências introdutórias sobre psicanálise (Sigmund Freud)

Eros e civilização (Herbert Marcuse)

O segundo sexo (Simone de Beauvoir)

Pele negra, máscaras brancas (Frantz Fanon)



*Benjamin Y. Fong da Arizona State University.


**Jeremy Cohan da University of New York.


***Moishe Postone da University of Chicago

Tradução: Sergio Ricardo Alves de Oliveira.



Leia aqui o artigo na íntegra

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo